Fazemos acontecer

Antes de mães, elas são mulheres

Publicado em 09 de Maio de 2013.
Foto: stock.xchng
Já se foi o tempo em que o homem saía para trabalhar e a mulher ficava em casa para cuidar dos filhos e das tarefas domésticas. A mulher moderna conquistou espaço no mercado, abraçou novas funções, mas nunca deixou de realizar, com carinho e diariamente, aquilo que aprendeu com a mãe e as avós. Hoje, além de fazer "malabarismos" para conciliar todas as atividades, ela ainda se dedica a ser uma Super Mulher.

Em meio a tantas atividades, fica a dúvida se a educação dos filhos está correta e se o tempo que passa com eles é suficiente. Afinal, muitas vezes, não sobra tempo para ser mulher e esposa. De acordo com a psicóloga do Hospital São Camilo, Rita Calegari, quando isso acontece é preciso se concentrar em fazer o que é possível. "Supermulheres não existem", lembra a psicóloga. A perfeição geralmente vem acompanhada de frustração, estresse, infelicidade e problemas de saúde.

Para evitar esse tipo de problema, confira algumas dicas da psicóloga para ser boa mulher, esposa e mãe:

- Aprenda a dizer não para os outros e sim para si mesma. É importante ter tempo para se cuidar. Mulheres motivadas e de bem com elas mesmas gerenciam melhor as atividades.

- Aprenda a delegar funções, não é possível fazer tudo sozinha sempre.

- Otimize seu tempo e convide seu filho para fazer parte da sua vida. Peça ajuda com o almoço ou alguma atividade de casa, por exemplo, para que possam aproveitar para conversar.

- Crie um ambiente agradável durante as refeições. Evite brigas e cobranças nesses momentos. Aproveite para conversar sobre assuntos do dia a dia.

- Faça balanços semanais da sua vida. Analise o que conseguiu fazer ao longo da semana e o que ficou de fora. Só assim conseguirá se organizar para priorizar determinados assuntos que merecem maior atenção.

- Use a tecnologia a seu favor. Caso não tenha conseguido fazer tudo o que precisava ao longo do dia, permita que seu filho use o computador ou videogame para se divertir enquanto você está ocupada, mas nada de exageros. A tecnologia nunca deve substituir a interação entre mãe e filho.

Lembre-se sempre que não há necessidade de ser excelente em todas as atividades. Baixar um pouco o nível de exigência, trabalhar mais com o real do que com o ideal evita frustrações e faz bem à saúde emocional.

Mais Notícias Ver todas


Index Soluções
MBM Escritório de Ideias.
Rua Professor Luiz Curiacos, 109 – salas 513 e 514   Cidade Jardim   CEP 13416-461   Piracicaba SP  Fone 19 3371 5944  contato@mbmideias.com.br