Fazemos acontecer

ESALQ COMPLETA 112 ANOS

Publicado em 03 de Junho de 2013.
Foto: Alessandro Maschio / MBM Ideias

Inaugurada em 3 de junho de 1901, a ESALQ é anterior à criação da própria USP

Um século e mais de uma década de história! A mais tradicional das Escolas de Agricultura do País iniciada de uma forma diferente de outras casas de ensino. Luiz Vicente de Souza Queiroz, aos 24 anos, prospectou o que hoje é a Escola Superior de Agricultura “Luiz de Queiroz” (ESALQ). Em 1892, doou ao Governo do Estado de São Paulo, a Fazenda São João da Montanha, em Piracicaba (SP), para que nela fosse estabelecida uma escola de ensino agrícola. Entre 1901, quando a Escola Agrícola Prática São João da Montanha foi inaugurada, até 1934, fez parte da Secretaria de Agricultura do Estado de São Paulo. A partir de então, passou a integrar a Universidade de São Paulo (USP), como uma de suas unidades fundadoras, já com a denominação que recebeu em 1931, Escola Superior de Agricultura “Luiz de Queiroz”, em homenagem ao seu idealizador.

Ao longo de sua existência, aliando tradição com inovação, a ESALQ foi ampliando seus campos de atuação. Além da área de ciências agrárias, atua nas áreas de ciências ambientais e ciências sociais aplicadas. Considerada um centro de excelência, forma profissionais reconhecidos pela capacidade técnico-científica, comprometidos com as demandas da sociedade e com sólidos fundamentos obtidos por meio da pesquisa avançada e tecnológica, geradas para atender as necessidades do País. 

Ensino

Em um ambiente voltado para o ensino e a pesquisa de qualidade, professores, alunos e funcionários desempenham atividades de graduação e de pós-graduação, em uma área de mais de 3.800 hectares, formada pelo Campus “Luiz de Queiroz” e pelas estações experimentais de Anhembi, Anhumas e Itatinga, o que corresponde a quase 50% da área total da USP. Considerada um centro de excelência, a Escola recebe 2.015 alunos em seus 7 cursos de graduação: Administração, Ciências Biológicas, Ciências dos Alimentos, Ciências Econômicas, Engenharia Agronômica, Engenharia Florestal e Gestão Ambiental. Outros 940 frequentam os 16 Programas de Pós-Graduação, sendo um PPG Internacional e 2 PPGs Interunidades. Já se formaram na ESALQ 13.561 em nível de graduação e, desde 1964, já foram outorgados na ESALQ 5.321 títulos de mestrado e 2.550 títulos de doutorado.

Dupla-diplomação em Engenharia Agronômica: aprovado em 2005, o programa envolve a USP/ESALQ e as instituições francesas - AgroParis Tech, École d`Ingénieurs de Purpan-Toulouse, École Supérieure d´Agriculture-Angers, Institut Polytechnique La Salle de Beauvais, Institut Supérieur d`Agriculture de Lille, Institut Supérieur d´Agriculture et d´Agroalimentaire Rhône-Alpes-Lyon.

- alunos matriculados: 13 da ESALQ e 11 estrangeiros (atualizado em agosto de 2012)

- alunos com dupla-diplomação: 40 da ESALQ e 23 estrangeiros (de janeiro de 2008 a janeiro de 2013).

Dupla-diplomação em Ciências dos Alimentos: aprovado em 2011, o programa envolve a USP/ESALQ e a Ecole Nationale Vétérinaire, Agroalimentaire et de L´Alimentation Nantes-Atlantique (ONIRIS).

- alunos matriculados: um da ESALQ e um estrangeiro

- aluno com dupla-diplomação: um estrangeiro

Conceitos de excelência: em setembro de 2012, a Editora Abril informou os conceitos obtidos pelos cursos de graduação da ESALQ no Guia do Estudante: Engenharia Florestal recebeu 4 estrelas (muito bom) e Ciências Biológicas, Ciências dos Alimentos, Ciências Econômicas, Engenharia Agronômica e Gestão Ambiental obtiveram 5 estrelas (excelente).

Pesquisa 

A ESALQ é referência nas áreas de pesquisa de Bioenergia e Biocombustíveis (etanol e biodiesel), contando com docentes e pesquisadores que atuam com cana-de-açúcar, oleaginosas (soja, algodão) e espécies florestais, nas diferentes áreas do setor, como por exemplo, tecnologias de cultivo, manejo e adubação dos solos, irrigação e manejo da água, engenharia agrícola de precisão (GPS), manejo e controle de pestes, zoneamento ecológico e preservação ambiental, controle e diminuição da emissão de gases com efeito estufa, economia / logística / sociologia da produção, biotecnologia / genômica / transgenia / marcadores moleculares, processos químico / biológico / industrial da fermentação, produção de etanol a partir de sacarose (1ª.geração) e de celulose (2ª. geração), análises do teor e qualidade (composição de ácidos graxos) de óleo e melhoramento genético de soja para produção de biodiesel.

Com o objetivo de estimular a integração de pesquisadores da área de bioenergia, foi lançado em 2011 o Núcleo de Apoio à Pesquisa em Bioenergia e Sustentabilidade (NAPBS). Esse núcleo reúne diversas linhas de pesquisa, num contexto institucional único, admitindo inter e transdisciplinaridade. Já no Centro de Genômica Funcional Aplicado à Agropecuária e Agroenergia estão agregados laboratórios que podem ser utilizados por pesquisadores da área. Outras duas iniciativas desenvolvidas na ESALQ envolvem pesquisadores nas áreas de Entomologia e Engenharia de Biossistemas. Desde 2008, funcionam na escola o Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia (INCT) de Semioquímicos na Agricultura e o Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia – Engenharia da Irrigação (INCT-EI).

Cultura e Extensão

A partir de atividades de cultura e extensão, a USP/ESALQ apresenta iniciativas das mais diversas que oportunizam o diálogo com a sociedade. A vida cultural e as atividades de extensão na USP/ESALQ revelam possibilidades aos discentes de protagonizarem ações de divulgação artística e de aprofundamento do repertório adquirido no curso.

Os grupos estáveis Coral Luiz de Queiroz, Grupo Vocal Luiz de Queiroz e Orquestra ESALQ movimentam a vida cultural no Campus e também levam a cultura aqui formatada para fora do ambiente acadêmico. Localmente, o Teatro da Universidade de São Paulo (TUSP) também atua como polo gerador de cultura e tem por objetivos difundir e divulgar as artes cênicas, estimular a criação e o desenvolvimento de grupos teatrais universitários e propiciar a integração entre comunidade interna e externa da Universidade.

No que se refere à Extensão, a USP/ESALQ conta com a Casa do Produtor Rural, um centro de disseminação dos conhecimentos gerados na Escola que atinge diretamente o pequeno agricultor e a sociedade como um todo. Trata-se de um centro de atendimento que presta orientação técnica gratuita aos produtores rurais sobre as diferentes áreas de atividade agropecuária, de forma integrada com professores, departamentos, grupos de extensão, biblioteca da Escola e parceiros.

Além disso, a ESALQ com dezenas de grupos de extensão, que em suas as atividades ultrapassam os muros da Universidade e permitem, ao mesmo tempo, auxiliar na resolução de questões prementes da sociedade e no desenvolvimento de habilidades e competências do seu corpo discente. A USP/ESALQ oferece essa alternativa para que seus alunos possam, nas mais diversas áreas, explorarem de forma prática aquilo que vivenciam em salas de aula e laboratórios de ensino.

Mais Notícias Ver todas


Index Soluções
MBM Escritório de Ideias.
Rua Professor Luiz Curiacos, 109 – salas 513 e 514   Cidade Jardim   CEP 13416-461   Piracicaba SP  Fone 19 3371 5944  contato@mbmideias.com.br