Fazemos acontecer

Brogui, o pioneiro no YouTube | Entrevista com Caio Novaes

Publicado na Revista Tutti Vida & Estilo | 30ª Edição | Dezembro | 2017

por Cristiane Bonin

 
É impossível não ficar vidrada nas receitas escolhidas a dedo pelo vlogger Caio Novaes. Pioneiro na seara dos vídeos para internet no estilo ‘faça você mesmo’, o Ana Maria Brogui, seu canal no YouTube, já tem quase 3 milhões de seguidores. Aproveitando o fim de ano, fica aí a dica – além desta entrevista deliciosa – siga o ‘Brogui’ e debute no lugar mais positivo da casa: a cozinha!!
 
Revista Tutti - Você é uma referência no YouTube entre os programas culinários e já está perto dos 3 milhões de seguidores. Desde o lançamento do vlog, o que mudou no consumo e na produção de vídeos para a plataforma?
Caio Novaes - Muita coisa mudou. O público hoje é completamente diferente do que começou a ver meus vídeos em 2009. São muito mais exigentes, gostam de
emitir mais suas opiniões e esperam muito que elas sejam aceitas. Então, hoje é muito mais difícil agradar ao público, o que é bom, pois acaba contribuindo indiretamente e diretamente para um conteúdo melhor.
 
Em que momento decidiu sair do mercado publicitário para se dedicar à web e qual o motivo para o seu canal ter bombado?
Eu sai da agência de publicidade em que trabalhava em 2010, e comecei a me dedicar ao YouTube e ao meu blog que, na época, tinha bastante acesso. Acredito que o principal motivo para o meu canal ter bombado está na novidade, já que foi o primeiro canal de culinária do YouTube. Além disso, comecei a fazer receitas famosas que nunca as pessoas tinham visto nem na televisão, como os lanches do McDonald`s e os pratos de restaurantes famosos.
 
Entre hits do fast food e clássicos, como escolhe as receitas que vão para o canal?
Hoje, como o público do Ana Maria Brogui cresceu bastante, recebo muitas sugestões por e-mail e nas redes sociais, então, aproveito para ver o que é mais pedido e tento reproduzir.
Você já foi chamado de Mister M porque desvenda receitas desejadas como um Big Mac ou a cebola empanada do Outback. Como você pesquisa as receitas e quanto tempo leva para chegar a um resultado satisfatório?
Cada receita tem uma maneira particular de descobrir como é feita, mas, normalmente não demoro muito para chegar a um resultado satisfatório. Antigamente era mais difícil, não tinha referência em nenhum lugar, mas, hoje é mais fácil. Muitas pessoas compartilham receitas e métodos o tempo todo.
 
Tem algum prato ou guloseima que nunca conseguiu acertar a receita?
Eu nunca consegui reproduzir de maneira satisfatória do L’Entrecôte d’Olivier (o filé com fritas e molho especial do chef Olivier Anquier, que dá nome e um de
seus restaurantes).
 
Você conhece pessoalmente a Ana Maria Braga? Sabe o que ela acha da ‘paródia’?
Eu não a conheço pessoalmente ainda, mas gostaria. Já ouvi dizer que ela assistiu aos meus vídeos e gostou.
 
Você pensa em parar com o Ana Maria Brogui em algum momento?
Não está nos meus planos parar o Ana Maria Brogui, muito pelo contrário, o pensamento é sempre expandir.
 

Nos últimos anos, a TV seguiu a tendência revelada pelo on demand para conteúdos de gastronomia. Programas como o Master Chef (Band) são sucesso nos canais abertos. Na sua avaliação, o conteúdo disponível na web ou TV contribui para que as pessoas cozinhem em casa e mudem hábitos alimentares?
Acredito que contribuiu muito sim, mas, acredito que não foi nem a TV e nem a web, mas, sim, a atual situação econômica do país que contribuiu muito para as pessoas desenvolverem o interesse pela culinária, tanto para ganhar dinheiro como para economizar ao preparar os pratos em suas próprias casas.
 
Você cozinha em casa com qual frequência e como aprendeu a cozinhar?
Eu aprendi a cozinhar com o meu canal. O primeiro vídeo que gravei foi a primeira vez em que cozinhei na vida. Eu cozinho em casa muito menos do que gostaria,
a correria do dia a dia acaba me fazendo pedir muita coisa pronta.
No fim do ano passado, você se submeteu a uma cirurgia bariátrica. O que foi mais difícil, decidir pela operação ou a reabilitação do corpo? O paladar e o prazer de comer mudaram de alguma forma?
Na verdade, foi tudo muito fácil, tanto a cirurgia quanto a recuperação. Recomendo a todos que tenham a oportunidade de fazer, que façam. Sempre seguindo rigorosamente as recomendações médicas. O meu paladar mudou um pouco, não gosto tanto de carboidratos e frituras como antigamente. Hoje, dou preferência aos legumes, não por estar de dieta, mas,porque o corpo entende que consigo comer legumes em maior quantidade.
 
Qual foi o primeiro vídeo do canal que bombou?
O primeiro vídeo do canal que bombou foi a esfirra do Habib’s, mas, o vídeo que é meu predileto e que projetou o canal para o verdadeiro crescimento foi o Big Mac.
 
Haverá algo especial no canal para o Natal?
Sim! Sempre tento fazer receitas temáticas, e, com certeza, tentarei fazer algo bem legal para o Natal!

 

Revista Tutti Vida & Estilo Ver todas


Index Soluções
MBM Escritório de Ideias.
Rua Professor Luiz Curiacos, 109 – salas 513 e 514   Cidade Jardim   CEP 13416-461   Piracicaba SP  Fone 19 3371 5944  contato@mbmideias.com.br